Manifestações da Cultura Política paraibana: a campanha estadual de 1960

Autores

  • Railane Martins de Araújo Universidade Federal da Paraíba - UFPB

DOI:

https://doi.org/10.5433/1984-3356.2010v3n5p463

Palavras-chave:

Pedro Gondim, Campanhas eleitorais, Cultura política, Teatralização do poder, Paraibanidade, Paraíba, Brasil

Resumo

O presente artigo se propõe a fazer uma leitura sobre a campanha ao governo do estado da Paraíba no ano de 1960. Enfocamos em nossa discussão como o principal candidato, Pedro Moreno Gondim, evocou, durante todo o período de campanha, elementos próprios da cultura política e histórica do estado, visando conquistar legitimidade política. Utilizamos como fontes para nossa análise as falas dos jornais Diário da Borborema, O Norte e A União. Dialogamos ao longo do texto com os teóricos que discutem o universo da teatralização política, sobretudo Geertz (1998) e Balandier (1982), por entendermos que as retóricas utilizadas durante as campanhas são peças teatrais que contribuem para sedimentar uma identificação entre os candidatos e o público, alvo de todo o processo de disputa simbólica que envolve a política. Desse modo, percebemos a constante investida do candidato em tomar para si o espólio político de nomes como o do ex-governador do estado, João Pessoa, além da evocação constante de aspectos como bravura, coragem, ousadia, os quais compõem o imaginário mítico da paraibanidade. Sendo assim, a articulação da imagem de Pedro Gondim com tais elementos identitários constitui um belo palco para as encenações do teatro de sua campanha, vitoriosa, ao Governo do Estado da Paraíba.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Railane Martins de Araújo, Universidade Federal da Paraíba - UFPB

Mestre em História pela Universidade Federal da Paraíba.

Referências

AIRES, José Luciano de Queiroz. Inventando tradições, construindo memórias: a “revolução de 30” na Paraíba. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2006.

ARAÚJO; Railane Martins de. O Governo de Pedro Gondim e o teatro do poder na Paraíba: imprensa, imaginário e representações (1958-65). Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal da Paraiba, João Pessoa, 2009.

BALANDIER, Georges. O poder em cena. Trad. Luiz Tupy Caldas de Moura. Brasília: Editora Universitária de Brasília, 1982.

BARREIRA, Irlys Alencar Firmo. Chuva de papéis: ritos e símbolos de campanhas eleitorais no Brasil. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 1998.

CHARTIER, Roger. A história cultural: entre práticas e representações. Lisboa: DIFEL, 1998.

CITTADINO, Monique. Populismo e golpe de Estado na Paraíba (1945-1964). João Pessoa: Ed. Univ./Idéia, 1998.

DIAS, Margarida Mª Santos. Intrépida Ab’orígine: O Instituto Histórico e Geográfico Paraibano e a produção da história local. João Pessoa: Almeida Gráfica e Editora Ltda, 1996.

DUARTE, Genes. Sacrifício, heroísmo e imortalidade: a arquitetura da imagem do presidente João Pessoa. Dissertação de Mestrado. João Pessoa: UFPB, 2009.

FLORES, Elio Chaves. Dos feitos e dos ditos: história e cultura histórica. Saeculum - Revista de História, João Pessoa, ano 13, n. 16, p.83-102. jan./jun. 2007.

GEERTZ, Clifford. Centros, reis e carisma: reflexões sobre o simbolismo do poder. In: O saber local: novos ensaio em antropologia interpretativa. Trad. Vera Mello Joscelyne, Petrópolis: Vozes, 1998.

GIRARDET, Raoul. Mitos e mitologias políticas. Trad. Mª Lúcia Machado. São Paulo: Companhia das Letras, 1987.

GOMES, Ângela de Castro. Cultura política e cultura histórica no Estado Novo. In: ABREU, Martha; SOIHET, Raquel; GONTIJO, Rebeca (org). Cultura política e leituras do passado: historiografia e ensino de história. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2007.

SANTIAGO, Valdeck. Perfil parlamentar: Século XX – Francisco Julião. Recife: A Assembléia, 2001.

Downloads

Publicado

20-07-2010

Como Citar

ARAÚJO, R. M. de. Manifestações da Cultura Política paraibana: a campanha estadual de 1960. Antíteses, [S. l.], v. 3, n. 5, p. 463–485, 2010. DOI: 10.5433/1984-3356.2010v3n5p463. Disponível em: https://ojs.uel.br/revistas/uel/index.php/antiteses/article/view/3702. Acesso em: 18 maio. 2024.