Identidades e Memórias: A greve dos professores do Estado do Paraná de 1988

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5433/1984-3356.2013v6n11p337

Palavras-chave:

Memória, Identidade, Movimento grevista, 1988, Professores

Resumo

Esta dissertação tem como objetivo analisar a memória sobre a greve dos professores da Rede Pública Estadual do Paraná de 1988. Para construir esta análise, primeiramente selecionamos reportagens de periódicos do período que se referiam à greve; foram pesquisados dois jornais diários, a Folha de Londrina e O Estado do Paraná. Juntamente com a seleção das notícias publicadas nestes veículos analisamos a publicação da entidade representativa dos professores – APP – intitulada Folha do Professor. Partindo das discussões proporcionadas pelos periódicos foi elaborado um roteiro de entrevistas direcionado aos professores da rede pública do Estado que participaram daquele movimento grevista. A partir dos depoimentos colhidos entre os professores construímos uma análise da construção da memória sobre aquele acontecimento histórico, a fim de compreender uma possível formação identitária com relação àquela greve.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Fabiane Luzia Menezes, Universidade Estadual de Londrina - UEL

Mestre em Historia Social pela Universidade Estadual de Londrina.

Downloads

Publicado

01-06-2013

Como Citar

MENEZES, F. L. Identidades e Memórias: A greve dos professores do Estado do Paraná de 1988. Antíteses, [S. l.], v. 6, n. 11, p. 337–338, 2013. DOI: 10.5433/1984-3356.2013v6n11p337. Disponível em: https://ojs.uel.br/revistas/uel/index.php/antiteses/article/view/15602. Acesso em: 22 maio. 2024.