Correlação entre critérios clínicos e critérios laboratoriais no diagnóstico de vaginose bacteriana

Autores

  • Eliana Carolina Vespero Universidade Estadual de Londrina
  • Elbens Marcos Minorelli de Azevedo Universidade Estadual de Londrina
  • Marsileni Pelisson Universidade Estadual de Londrina
  • Márcia Regina Eches Perugini Universidade Estadual de Londrina

DOI:

https://doi.org/10.5433/1679-0367.1999v20n2p57

Palavras-chave:

Vaginose bacteriana, Critério clínico, Critério laboratorial.

Resumo

Vaginose bacteriana pode ser definida por variáveis clínicas e microbiológicas Os critérios de Amselpermite o diagnóstico de vaginose bacteriana quando 3 dos 4 critérios são detectados: 1) pH vaginal >4,5; 2) teste positivo de aminas com KOH 10% .. 3) presença de células alvo; 4) presença de corrimento vaginal branco, fino e homogêneo. Este trabalho teve como objetivo comparar a eficácia dos critérios de Amsel e gradiente de Nugent no diagnóstico de vaginose bacteriana. Foram avaliadas 100 amostras de pacientes com sinais e sintomas clínicos de afecção vaginal, no período de setembro de 1999 a outubro de 2000, no setor de Ginecologia e Obstetrícia do Ambulatório do Hospital de Clínicas. As pacientes foram submetidas a exame ginecológico a fim de verificar o aspecto da mucosa e conteúdo vaginal. Coletou-se amostras para medir o pH vaginal, realizar o teste das aminas, exame a fresco e bacterioscopia ao Gram. Foi determinado o gradiente de Nugent e comparado aos critérios de Amsel para caracterização de vaginose bacteriana. Incidência de vaginose bacteriana na população estudada foi de 34% para os critérios i laboratoriais e 14% para os critérios clínicos. Não houve concordância significativa (Kappa=047) entre os critérios de Amsel e gradiente de Nugent. O que leva a colocar em discussão as rotinas médicas ginecológicas que caracteriza a vaginose bacteriana somente através de sinais clínicos.


Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Eliana Carolina Vespero, Universidade Estadual de Londrina

Aluna do Curso de Especialização em Análise Clínica da UEL

Elbens Marcos Minorelli de Azevedo, Universidade Estadual de Londrina

Professor-adjunto do setor de Ginecologia e Obstetrícia do Departamento Materno Infantil e Saúde Coletiva do Centro de Ciências da Saúde - UEL.

Marsileni Pelisson, Universidade Estadual de Londrina

Professora-adjunta da disciplina de Microbiologia Clínica do Departamento de Patologia Aplicada, Legislação e Deontologia do Centro de Ciências as Saúde - UEL.

Márcia Regina Eches Perugini, Universidade Estadual de Londrina

Professora-adjunta da disciplina de Microbiologia Clínica do Departamento de Patologia Aplicada, Legislação e Deontologia do Centro de Ciências as Saúde - UEL.

Downloads

Publicado

2004-12-15

Como Citar

1.
Vespero EC, Azevedo EMM de, Pelisson M, Perugini MRE. Correlação entre critérios clínicos e critérios laboratoriais no diagnóstico de vaginose bacteriana. Semin. Cienc. Biol. Saude [Internet]. 15º de dezembro de 2004 [citado 13º de junho de 2024];20(2):57-66. Disponível em: https://ojs.uel.br/revistas/uel/index.php/seminabio/article/view/7119

Edição

Seção

Artigos