Resistência de estafilococos de origem canina, frente à drogas anti microbianas em Londrina, PR

Autores

  • Ernst Eckehardt Muller Universidade Estadual de Londrina
  • Amauri Alcindo Alfieri Universidade Estadual de Londrina

DOI:

https://doi.org/10.5433/1679-0367.1985v6n1p05

Palavras-chave:

Piodermatite, Staphylococcus sp., Resistência a drogas.

Resumo

Foram examinadas 71 cepas de estafilococos (S. aureus e S. intermedius) isoladas a partir de cães com pioderma, frente a 11 substâncias antimicrobianas. Das cepas, 55(77,46%) apresentaram resistência à amicacina, 29(40,84%) à penicilina G, 26(36,61%) à ampicilina, 24(33,80%) à tetraciclina, 15(21,13%) ao cloranfenicol, 12(16,90%) à eritromicina, 11(15,49%) à canamicina, 8(11,27%) à gentamicina, 5(7,04%) ao sulfazotrim, 2(2,82%) à cefoxitina e 1(1,41%) a oxacilina.


Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Ernst Eckehardt Muller, Universidade Estadual de Londrina

Departamento de Medicina Veterinária - CCA/UEL.

Amauri Alcindo Alfieri, Universidade Estadual de Londrina

Departamento de Medicina Veterinária - CCA/UEL.

Downloads

Publicado

2004-07-15

Como Citar

1.
Muller EE, Alfieri AA. Resistência de estafilococos de origem canina, frente à drogas anti microbianas em Londrina, PR. Semin. Cienc. Biol. Saude [Internet]. 15º de julho de 2004 [citado 17º de junho de 2024];6(1):05-7. Disponível em: https://ojs.uel.br/revistas/uel/index.php/seminabio/article/view/6383

Edição

Seção

Artigos