Freqüência das alterações dos níveis séricos de imunoglobulinas dos pacientes atendidos no Hospital Universitário, Londrina, Paraná

Autores

  • Ana Paula Kallaur Universidade Estadual de Londrina
  • Gabriela Amaral Buqui Universidade Estadual de Londrina
  • Guilherme Cristiani Sabino Universidade Estadual de Londrina
  • Rosiane Batista Mastellari Universidade Estadual de Londrina
  • Helena Kaminami Morimoto Universidade Estadual de Londrina
  • Ingridt Hildegard Vogler Universidade Estadual de Londrina
  • Edna Maria Vissoci Reiche Universidade Estadual de Londrina

DOI:

https://doi.org/10.5433/1679-0367.2007v28n1p23

Palavras-chave:

Imunoglobulinas, Mieloma múltiplo, Imunodeficiências, Imunidade humoral

Resumo

 

As imunoglobulinas constituem um grupo de glicoproteínas presentes no soro e nos líquidos orgânico se são produzidas pelos linfócitos B ativados que se diferenciam em plasmócitos. São divididas em cinco classes ou isotipos: IgG, IgA, IgM, IgD e IgE. O objetivo deste trabalho foi determinar a freqüência das alterações dos níveis séricos das imunoglobulinas nos pacientes atendidos pelo Hospital Universitário (HU), Londrina, PR, no período de agosto de 2001 a fevereiro de 2006, avaliados pelo método de nefelometria. Foram analisadas 773 amostras de soro de pacientes, 410 (53,0%) do sexo feminino e 363 (47,0%) do sexo masculino, com idade variando de um mês a 86 anos. Das 1719 dosagens de imunoglobulinas séricas realizadas, os níveis de IgA sérica foram avaliados em 568 amostras e foram observadas alterações em 88 (15,5%) das amostras. Das 495 dosagens de IgG, 107 (21,6%) estavam com os níveis séricos alterados. A dosagem de IgM sérica foi realizada em 465 amostras e 142 (30,5%) estavam com os níveis séricos alterados. Os níveis de IgE sérica foram avaliados em 191 amostras e 129 (67,5%) amostras apresentaram níveis aumentados. Os dados obtidos confirmam a ocorrência de diferentes alterações nos níveis séricos das imunoglobulinas e a importância destas dosagens laboratoriais no diagnóstico de doenças infecciosas, parasitárias, alérgicas, auto-imunes e das imunodeficiências humorais congênitas ou adquiridas.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Ana Paula Kallaur, Universidade Estadual de Londrina

Acadêmica do 3º. ano do Curso de Farmácia, UEL, Bolsista de Iniciação Científica PROPPG/UEL. Hospital Universitário, Av. Robert Koch, 60, Vila Operária, CEP 86038-440 – Londrina, PR.

Gabriela Amaral Buqui, Universidade Estadual de Londrina

Acadêmica do 3º. ano do Curso de Farmácia, UEL, Hospital Universitário, Av. Robert Koch, 60, Vila Operária, CEP 86038-440 – Londrina, PR.

Guilherme Cristiani Sabino, Universidade Estadual de Londrina

Acadêmico do 3º. ano do Curso de Farmácia, UEL, Hospital Universitário, Av. Robert Koch, 60, Vila Operária, CEP 86038-440 – Londrina, PR.

 

Rosiane Batista Mastellari, Universidade Estadual de Londrina

Acadêmica do 3º. ano do Curso de Farmácia, UEL, Hospital Universitário, Av. Robert Koch, 60, Vila Operária, CEP 86038-440 – Londrina, PR.

Helena Kaminami Morimoto, Universidade Estadual de Londrina

Docente de Imunologia Clínica, Departamento de Patologia, Análises Clínicas e Toxicológicas, Centro de Ciências da Saúde, UEL.

Ingridt Hildegard Vogler, Universidade Estadual de Londrina

Farmacêutica-Bioquímica, Hemocentro Regional de Londrina e Setor de Imunologia Clínica, Laboratório de Análises Clínicas, Hospital Universitário, Londrina, PR.

Edna Maria Vissoci Reiche, Universidade Estadual de Londrina

Docente de Imunologia Clínica, Departamento de Patologia, Análises Clínicas e Toxicológicas, Centro de Ciências da Saúde, UEL, Av. Robert Koch, 60, Vila Operária, CEP 86038-440 – Londrina, PR. Endereço para correspondência: Edna Maria Vissoci Reiche. Fone/FAX: 0xx-43-3371-2619.

Downloads

Publicado

2007-07-15

Como Citar

1.
Kallaur AP, Buqui GA, Sabino GC, Mastellari RB, Morimoto HK, Vogler IH, Reiche EMV. Freqüência das alterações dos níveis séricos de imunoglobulinas dos pacientes atendidos no Hospital Universitário, Londrina, Paraná. Semin. Cienc. Biol. Saude [Internet]. 15º de julho de 2007 [citado 20º de junho de 2024];28(1):23-32. Disponível em: https://ojs.uel.br/revistas/uel/index.php/seminabio/article/view/3487

Edição

Seção

Artigos