Toxina botulínica A e intervenção fisioterapêutica no tratamento do ombro doloroso pós acidente vascular cerebral: relato de caso

Autores

  • Karen Lúcia de Araújo Freitas Moreira
  • Cristina Katya Dantas Torres Universidade Federal da Paraíba
  • Mayara Dinamine França Dantas Universidade Federal da Paraíba
  • Suellen M. Marinho dos Santos Andrade Universidade Federal da Paraíba

DOI:

https://doi.org/10.5433/1679-0367.2007v28n2p119

Palavras-chave:

Síndrome do ombro doloroso, Acidente vascular cerebral, Toxina botulínica A, Fisioterapia.

Resumo

A síndrome do ombro doloroso é considerada um achado comum em pacientes que sofreram acidente vascular cerebral. Várias modalidades terapêuticas são apontadas para melhoria do quadro clínico dos pacientes. Neste relato, será apresentado um caso de síndrome do ombro doloroso, cujo tratamento consistiu no emprego de toxina botulínica A associada à fisioterapia. Após quatro meses de tratamento, houve melhorias significativas quanto à dor, espasticidade, amplitude de movimento e qualidade de vida, e isso sugere ser essa associação terapêutica uma ferramenta eficaz contra os efeitos incapacitantes relacionados a esta síndrome.

Biografia do Autor

Karen Lúcia de Araújo Freitas Moreira

Mestre em Engenharia Biomédica, Professora Titular, Departamento de Fisioterapia, Universidade Federal da Paraíba.

Cristina Katya Dantas Torres, Universidade Federal da Paraíba

Quinto ano de Fisioterapia, Universidade Federal da Paraíba

Mayara Dinamine França Dantas, Universidade Federal da Paraíba

Quinto ano de Fisioterapia, Universidade Federal da Paraíba

Suellen M. Marinho dos Santos Andrade, Universidade Federal da Paraíba

Quinto ano de Fisioterapia, Pesquisadora PIBIC/CNPQ, Universidade Federal da Paraíba

Downloads

Publicado

2007-12-15

Como Citar

1.
Moreira KL de AF, Torres CKD, Dantas MDF, Andrade SMM dos S. Toxina botulínica A e intervenção fisioterapêutica no tratamento do ombro doloroso pós acidente vascular cerebral: relato de caso. Semin. Cienc. Biol. Saude [Internet]. 15º de dezembro de 2007 [citado 22º de junho de 2024];28(2):119-26. Disponível em: https://ojs.uel.br/revistas/uel/index.php/seminabio/article/view/3476

Edição

Seção

Artigos