Estresse percebido e sofrimento psíquico em gestores de saúde na pandemia da Covid-19

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5433/1679-0367.2024v45n1p3

Palavras-chave:

Gestor de Saúde;, Estresse Ocupacional, Infecções por Coronavirus, Covid-19

Resumo

 Objetivo: analisar o nível de estresse percebido e sofrimento psíquico em gestores de saúde na pandemia da Covid-19.
Método: estudo descritivo, transversal com abordagem quantitativa. A coleta ocorreu de abril a setembro de 2021, com 40 gestores de serviço de saúde. Utilizou-se para a coleta de dados um instrumento para caracterização sociodemográfica e ocupacional e as escalas “Perceived Stress Scale-14” e “Self Reporting Questionnaire” para avaliação do estresse percebido e sofrimento psíquico. Os dados coletados foram analisados no Statistical Package for the Social Sciences versão 22.0. O presente estudo faz parte de um projeto intitulado “Trabalhadores dos Serviços de Saúde Frente à Pandemia de Covid-19”, aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa sob CAAE número 35260620.9.0000.5231.
Resultados: a maioria dos profissionais eram do sexo feminino (90%, N=36), casados (70%, N=28), com filhos (80%, N=32), com média de idade de 45 anos e com pós--graduação (47,5%, N=19). A média dos escores relacionados ao estresse percebido foi 31,13 pontos (DP=3,77) sendo o mínimo 24 e máximo de 42 pontos. Com relação ao sofrimento psíquico, (40%, N=16) os gestores apresentaram prováveis casos de transtornos. A prática de atividades físicas e de lazer (p<0,05) tem papel importante na diminuição do estresse percebido e do sofrimento psíquico.
Conclusão: os gestores em saúde apresentaram, durante a pandemia, estresse e sofrimento psíquico, resultados esses que devem ser considerados para promoção de autocuidado aos gestores de saúde, enfatizando a necessidade da realização de atividades físicas e de lazer

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Fabiana Marin das Neves, Universidade Estadual de Londrina - UEL,Universidade Estadual de Londrina - UEL

Especialização em Gerência dos Serviços de Enfermagem pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), Londrina, Paraná, Brasil. Enfermeira do Hospital Universitário de Londrina (HU), Londrina, Paraná.

Lorena Aparecida da Silva, Universidade Estadual de Londrina - UEL

Graduação em Enfermagem pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), Londrina, Paraná

Helenize Ferreira Lima Leachi, Universidade Estadual de Londrina - UEL

Doutorado em Enfermagem pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), Londrina, Paraná, Brasil. Docente do Departamento de Enfermagem da Universidade Estadual de Londrina (UEL), Londrina, Paraná.

Renata Perfeito Ribeiro, Universidade Estadual de Londrina -UEL

Doutorado pela Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (EERP-USP), Ribeirão Preto, São Paulo, Brasil. Docente Associada Nível A do Departamento de Enfermagem da Universidade Estadual de Londrina (UEL), Londrina, Paraná.

Patricia Aroni Dadalt, Universidade Estadual de Londrina - UEL

Doutorado em Enfermagem Fundamental pela Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (EERP-USP), Ribeirão Preto, São Paulo, Brasil. Docente do Departamento de Enfermagem da Universidade Estadual de Londrina (UEL), Londrina, Paraná.

Referências

Alves KOG, Sales MA, Nery GAC, Oliveira JAC, Amaral MTR, Jesus VRS. Percepção dos enfermeiros sobre o estresse ocupacional em um hospital universitário. Braz J Dev. 2022;8(4):28962-78. doi: 10.34117/bjdv8n4-405.

Cavalcante FLNF, Negreiros BTC, Maia RS, Maia EMC. Depressão, ansiedade e estresse em profissionais da linha de frente da COVID-19. Rev Port Enferm Saúde Mental. 2022(27):6-20. doi:. 10.19131/rpesm.321.

Chen H, Sun L, Du Z, Zhao L, Wang L. A cross-sectional study of mental health status and self-psychological adjustment in nurses who supported Wuhan for fighting against the COVID-19. J Clin Nurs. 2020;29(21-22):4161-70. doi: 10.1111/jocn.15444.

Ferreira MGS. A participação do enfermeiro na elaboração de planos de contingência hospitalar contra covid-19: revisão integrativa [Internet]. [trabalho de conclusão de curso]. Brasília: Universidade de Brasília; 2021 [citado 2023 jul 12] . Disponível em: https://bdm.unb.br/bitstream/10483/31746/1/2021_MariaGlauciaSaraivaFerreira_tcc.pdf

Fundação Oswaldo Cruz. Saúde mental dos profissionais da saúde na pandemia da COVID-19 em MS e DF: relatório parcial descritivo do DF [Internet]. 2022 [citado 2023 jul 12]. Disponível em: https://www.fiocruzbrasilia.fiocruz.br/wp-content/uploads/2022/02/relatorio_parcial_saudemental_profissionais_DF.pdf

Furlam TO, Abreu LHD, Machado CJ, Pereira CCA. A saúde da população e o enfrentamento da pandemia de Covid-19 no Brasil: o esforço dos gestores e profissionais da saúde. Rev Bras Estud Popul. 2021;38. doi: 10.20947/S0102-3098a0158.

Giusti EM, Pedroli E, D'Aniello GE, Stramba Badiale C, Pietrabissa G, Manna C, et al. The psychological impact of the COVID-19 outbreak on health professionals: a cross-sectional study. Front Psychol. 2020;11:1684. doi: 10.3389/fpsyg.2020.01684.

Idaiani S, Waris L. Depression and psychological stress among health workers in remote areas in Indonesia. Front Public Health. 2022;10:743053. doi: 10.3389/fpubh.2022.743053.

Lai J, Ma S, Wang Y, Cai Z, Hu J, Wei N, et al. Factors associated with mental health outcomes among health care workers exposed to Coronavirus Disease 2019. JAMA Netw Open. 2020;3(3):e203976. doi: 10.1001/jamanetworkopen.2020.3976.

Luft CDB, Sanches SO, Mazo GZ, Andrade A. Versão brasileira da Escala de Estresse Percebido: tradução e validação para idosos. Rev Saúde Pública. 2007;41(4):606-15. doi: 10.1590/S0034-89102007000400015.

Mari JJ, Williams P. A validity study of a psychiatric screening questionnaire (SRQ-20) in primary care in the city of Sao Paulo. Br J Psychiatry. 1986;148:23-6. doi: 10.1192/bjp.148.1.23.

Moreira IJB, Horta JA, Duro LN, Borges DT, Cristofari AB, Chaves J, et al. Perfil sociodemográfico, ocupacional e avaliação das condições de saúde mental dos trabalhadores da estratégia saúde da família em um município do Rio Grande do Sul, RS. Rev Bras Med Fam Comunidade. 2016;11(38):1-12. doi: 10.5712/rbmfc11(38)967.

Oliveira EB, Silva SRCS, Sora AB, Oliveira TS, Valério RL, et al. Minor psychic disorders in nursing workers at a psychiatric hospital. Rev Esc Enferm USP. 2020;54:e03543. doi: 10.1590/S1980-220X2018031903543.

Portero de la Cruz S, Cebrino J, Herruzo J, Vaquero-Abellán M. A multicenter study into burnout, perceived stress, job satisfaction, coping strategies, and general health among emergency department nursing staff. J Clin Med. 2020;9(4):1007. doi: 10.3390/jcm9041007.

Rocha DO, Almeida EM, Cunha Jm, Cavichioli AAB, Vilarinho ES. Desafio da gestão de enfermagem hospitalar na pandemia do COVID-19: uma revisão integrativa [Internet]. [trabalho de conclusão de curso]. Várzea Grande: UNIVAG; 2021 [citado 2023 jul 12]. Disponível em: https://www.repositoriodigital.univag.com.br/index.php/enf/article/viewFile/807/785

Şanlıtürk D. Perceived and sources of occupational stress in intensive care nurses during the COVID-19 pandemic. Intensive Crit Care Nurs. 2021;67:103107. doi: 10.1016/j.iccn.2021.103107.

Shechter A, Diaz F, Moise N, Anstey DE, Ye S, Agarwal S, et al. Psychological distress, coping behaviors, and preferences for support among New York healthcare workers during the COVID-19 pandemic. Gen Hosp Psychiatry. 2020;66:1-8. doi: 10.1016/j.genhosppsych.2020.06.007.

Sousa DOP. As condições de trabalho e o stress ocupacional de profissionais de saúde durante a COVID-19: setor público vs privado [Internet]. [dissertação]. Lisboa: Universidade Católica Portuguesa; 2022 [citado 2023 jul 12]. Disponível em: https://repositorio.ucp.pt/bitstream/10400.14/38396/1/203041453.pdf

Ventura-Silva JMA, Ribeiro OMPL, Santos MR, Faria ACA, Monteiro MAJ, Vandresen L. Planejamento organizacional no contexto de pandemia por COVID-19: implicações para a gestão em enfermagem. J Health NPEPS [Internet]. 2020 [citado 2023 jul 12];5(1):e4626. Disponível em: https://periodicos.unemat.br/index.php/jhnpeps/article/view/4626

Vieira KMR; Vieira Junior FU; Bittencourt ZZLC. Repercussion of the COVID-19 pandemic on the lives and work of ICU nursing technicians. Rev Gaúcha Enferm. 2023;44. doi: 10.1590/1983-1447.2023.20230071.en.

Zanqueta D, Accorsi L, Soares MRZ, Souza SR, Vila EM. Produção de materiais psicoeducativos a gestores da saúde para intervenção na pandemia da Covid-19. Rev Saúde Públ Paraná. 2020;3(Supl 1):168-88. doi: 10.32811/25954482-2020v3sup1p168.

Zhan Y, Liu Y, Liu H, Li M, Shen Y, Gui L, et al. Factors associated with insomnia among Chinese front-line nurses fighting against COVID-19 in Wuhan: A cross-sectional survey. J Nurs Manag. 2020;28(7):1525-35. doi: 10.1111/jonm.13094.

Zhang M, Murphy B, Cabanilla A, Yidi C. Physical relaxation for occupational stress in healthcare workers: a systematic review and network meta-analysis of randomized controlled trials. J Occup Health. 2021;63(1):e12243. doi: 10.1002/1348-9585.12243.

Downloads

Publicado

2024-04-26

Como Citar

1.
Neves FM das, Silva LA da, Leachi HFL, Perfeito Ribeiro R, Dadalt PA. Estresse percebido e sofrimento psíquico em gestores de saúde na pandemia da Covid-19. Semin. Cienc. Biol. Saude [Internet]. 26º de abril de 2024 [citado 17º de junho de 2024];45(1):3-12. Disponível em: https://ojs.uel.br/revistas/uel/index.php/seminabio/article/view/49017

Edição

Seção

Artigos