Comportamento ingestivo de vacas em lactação alimentadas com rações a base de torta de girassol

Autores

  • Elzânia Sales Pereira Universidade Federal do Ceará
  • Patrícia Guimarães Pimentel Universidade Federal do Ceará
  • Maria Socorro de Souza Carneiro Universidade Federal do Ceará
  • Ivone Yurika Mizubuti Universidade Estadual de Londrina
  • Edson Luis de Azambuja Ribeiro Universidade Estadual de Londrina
  • José Nery Rocha Junior Universidade Federal do Ceará
  • Marcus Roberto Góes Ferreira Costa Universidade Federal do Ceará

DOI:

https://doi.org/10.5433/1679-0359.2011v32n3p1201

Palavras-chave:

Mastigação, Taxa de alimentação, Tempo de alimentação, Tempo de ruminação.

Resumo

 

O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito de diferentes níveis de torta de girassol (TG) sobre o consumo de nutrientes e comportamento ingestivo em vacas em lactação. Oito vacas da raça Girolando, entre 50 e 74 dias em lactação e com produção média de 20 ± 2 kg de leite/dia foram distribuídas em quadrado latino 4x4 duplo, onde os fatores foram os níveis de inclusão de TG (0; 7; 14 e 21%). Como volumoso foi utilizado o feno de Tifton 85 em uma relação 60:40 de volumoso:concentrado. Não foi detectado efeito da inclusão da TG (P > 0,05) sobre consumo de matéria seca, proteína bruta e matéria orgânica. No entanto, os consumos de extrato etéreo e de fibra em detergente neutro (FDN) apresentaram comportamento linear e quadrático (P < 0,05), respectivamente. O tempo gasto com ruminação, ócio e em pé não foi alterado pela adição de TG às rações, contudo o tempo despendido com alimentação e ingestão de água foi influenciado linearmente (P < 0,05). A eficiência de ruminação, expressa em gMS/h e gFDN/h, o tempo de mastigação total, número de bolos ruminais e número de mastigações merícicas por dia não diferiram significativamente, com exceção da eficiência de alimentação que variou de forma quadrática (P < 0,05). Em um manejo alimentar de bovinos, caso haja disponibilidade, recomenda-se a utilização da torta de girassol até 21% de inclusão na ração concentrada de vacas em lactação.

Biografia do Autor

Elzânia Sales Pereira, Universidade Federal do Ceará

Profª Drª do Deptºde Zootecnia da Universidade Federal do Ceará, UFC. Pesquisadora do CNPq.

Patrícia Guimarães Pimentel, Universidade Federal do Ceará

Pesquisadora PRODOC/CAPES do Departamento de Zootecnia da Universidade Federal do Ceará, UFC.

Maria Socorro de Souza Carneiro, Universidade Federal do Ceará

Profª Drª do Deptº de Zootecnia da Universidade Federal do Ceará, UFC.

Edson Luis de Azambuja Ribeiro, Universidade Estadual de Londrina

Prof. Dr. do Deptº de Zootecnia da Universidade Estadual de Londrina, UEL. Pesquisadores do CNPq.

José Nery Rocha Junior, Universidade Federal do Ceará

Aluno do Curso de Graduação em Zootecnia da Universidade Federal do Ceará, UFC.

Marcus Roberto Góes Ferreira Costa, Universidade Federal do Ceará

Aluno do Programa de Doutorado Integrado em Zootecnia, Universidade Federal rural de Pernambuco, UFRPE/UFC/UFPB.

Downloads

Publicado

2011-08-25

Como Citar

Pereira, E. S., Pimentel, P. G., Carneiro, M. S. de S., Mizubuti, I. Y., Ribeiro, E. L. de A., Rocha Junior, J. N., & Costa, M. R. G. F. (2011). Comportamento ingestivo de vacas em lactação alimentadas com rações a base de torta de girassol. Semina: Ciências Agrárias, 32(3), 1201–1210. https://doi.org/10.5433/1679-0359.2011v32n3p1201

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 > >>