A coluna política de Adalgisa Nery no Jornal Última Hora e a crise pré-1964 no Brasil

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5433/1984-3356.2017v10n19p211

Palavras-chave:

Imprensa, Jornalismo, Golpe civil militar, Nacionalismo, Guerra Fria

Resumo

Entre o fim da Era Vargas e o golpe civil-militar de abril de 1964, a escritora Adalgisa Nery publicou diariamente uma coluna política no jornal “Última Hora.” Seu trabalho no jornalismo lhe rendeu uma cadeira como deputada estadual da Guanabara, estado criado após a transferência da capital federal para Brasília em 1960. Herdeira da tradição política de Getúlio Vargas, Adalgisa Nery tinha um estilo que lhe era característico, valendo-se de metáforas, ironia e certa dose de agressividade, sustentando uma posição fortemente nacionalista. A proposta deste artigo é discutir a polarização política refletida na imprensa brasileira às vésperas do golpe civil-militar de 1964 por meio da análise dos artigos da coluna “Retrato sem retoque” assinada por Adalgisa Nery.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Isabela Candeloro Campoi, Universidade Estadual do Paraná

Doutora em História pela Universidade Federal Fluminense. Professora Adjunta da Universidade Estadual do Paraná.

Referências

ABREU, Alzira Alves de. Instituto Superior de Estudos Brasileiros. In: ABREU, Alzira Alves de. Dicionário histórico-biográfico brasileiro, pós-1930 (DHBB). Rio de Janeiro: CPDOC/FGV, 2000. Disponível em: http://www.fgv.br/cpdoc/acervo/dicionarios/ verbete-tematico/instituto-superior-deestudos-brasileiros-iseb. Acesso em: 30 jun. 2017.

ASSIS, Denise. Propaganda e Cinema a serviço do golpe-1962/1964. Rio de Janeiro: Mauad/FAPERJ, 2001.

BUITONI, Dulcilia Helena Schorceder. Mulher de papel: a representação da mulher na imprensa feminina brasileira. São Paulo: Loyola, 1981.

CAMPOS, Fátima Cristina Gonçalves. Visões e Vozes: o governo Goulart nas páginas da Tribuna da Imprensa e Última Hora (1961-1964) Dissertação (Mestrado em História Social das Idéias) – UFF, Niterói, 1996.

DREIFUSS, R. A. 1964: A conquista do Estado: ação política, poder e golpe de classe. Petrópolis: Ed. Vozes, 1981.

FERREIRA, Jorge. O imaginário trabalhista: getulismo, PTB e cultura política popular 1945-1964. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2005.

FERREIRA, Marieta de Moraes. A reforma do jornal do Brasil. In: ABREU. Alzira Alves (Org.). A imprensa em transição: o jornalismo brasileiro nos anos 50. Rio de Janeiro: Editora FGV, 1996. p.141-155.

GRAMSCI, Antonio. Os intelectuais e a organização da cultura. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1982.

KIERNAN, V. G. Estados Unidos: o novo imperialismo. Rio de Janeiro: Record, 2009.

LABAKI, Amir. A crise da renúncia e a solução parlamentarista. São Paulo: Brasiliense, 1986.

LAMARÃO, Sérgio. Ação Democrática Parlamentar. In: ABREU, Alzira Alves. Dicionário histórico-biográfico brasileiro, pós-1930 (DHBB). Rio de Janeiro: CPDOC/FGV, 2000. Disponível em: http://www.fgv.br/cpdoc/acervo/dicionarios/ verbete-tematico/acao-democraticaparlamentar-adp. Acesso em: 30 jun. 2017.

MARTINS FILHO, João Roberto. Forças Armadas e política, 1945-1964: a ante sala do golpe. In: FERREIRA, Jorge; DELGADO, Lucila de Almeida Neves (Org.). O tempo da experiência democrática: da democratização de 1945 ao golpe civil-militar de 1964. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2003.

MAYER, Jorge Miguel. XAVIER, Libânia. Quadros, Jânio. In: ABREU, Alzira Alves de. Dicionário histórico-biográfico brasileiro, pós-1930 (DHBB). Rio de Janeiro: CPDOC/FGV, 2000. Disponível em: http://www.fgv.br/cpdoc/acervo/dicionarios/ verbete-biografico/janio-dasilva-quadros. Acesso em: 3 jun. 2017.

MORAIS, Fernando. Chatô: o rei do Brasil. São Paulo: Companhia das letras, 1994.

MOTTA, Marly Silva da. Saudades da Guanabara: o campo político da cidade do Rio de Janeiro (1960-1975). Rio de Janeiro: Ed. FGV, 2000.

ROMANO, Luís Antonio Contatori. A passagem de Sartre e Simone de Beauvoir pelo Brasil em 1960. São Paulo: Mercado das Letras, 2002.

SÁ MOTTA, Rodrigo Patto. João Goulart e a mobilização anticomunista de 1961-64. In: FERREIRA, Marieta de Moraes (Org.). João Goulart: entre a memória e a História. Rio de Janeiro: Ed. FGV, 2006.

SODRÉ, Nelson Werneck. História militar do Brasil. Rio de Janeiro: Civilização brasileira, 1965.

TOLEDO, Caio de Navarro. ISEB: fábrica de ideologias. São Paulo: Ática, 1977.

WAINER, Samuel. Minha razão de viver: memórias de um repórter. Rio de Janeiro: Record, 1988.

Downloads

Publicado

28-07-2017

Como Citar

CAMPOI, I. C. A coluna política de Adalgisa Nery no Jornal Última Hora e a crise pré-1964 no Brasil. Antíteses, [S. l.], v. 10, n. 19, p. 211–237, 2017. DOI: 10.5433/1984-3356.2017v10n19p211. Disponível em: https://ojs.uel.br/revistas/uel/index.php/antiteses/article/view/27874. Acesso em: 19 maio. 2024.