Mensuração de interdisciplinaridade: um modelo operacional

Autores

  • Alexandre do Espírito Santo Universidade Estadual de Londrina

DOI:

https://doi.org/10.5433/1679-0367.1979v1n4p19

Resumo

 

No presente trabalho discute-se a teoria da mensuração dos graus de interdisciplinaridade de ciências através das várias disciplinas das quais elas dependem para a identificação de seus próprios fenômenos. Acredita-se que as observações (referências) indicam um processo de múltipla simbiose através do qual uma disciplina se torna diferentemente dependente de disciplinas diferentes. A fim de simplificar o processo de mensuração, as várias dependências foram consideradas num plano quadrimensional: Intradependência, Interdependência, Homodependência e Heterodependência. Propõe-se um modelo operacional que Dode ser usado na determinação de irmandade de duas ciências consideradas derivadas da mesma ciência-mãe

 

Biografia do Autor

Alexandre do Espírito Santo, Universidade Estadual de Londrina

 

Doctor of Philosophy (Ph. D.) professor no Centro de Educação Comunicação e Artes; FUEL.

 

Downloads

Publicado

2004-12-15

Como Citar

1.
Espírito Santo A do. Mensuração de interdisciplinaridade: um modelo operacional. Semin. Cienc. Biol. Saude [Internet]. 15º de dezembro de 2004 [citado 24º de junho de 2024];1(4):19-22. Disponível em: https://ojs.uel.br/revistas/uel/index.php/seminabio/article/view/6216

Edição

Seção

Artigos