O cinema como mediação na produção do conhecimento histórico sobre a Ditadura no Brasil (1964-1985)

Autores

  • Fernando Rossi Universidade Estadual de Londrina - UEL

DOI:

https://doi.org/10.5433/1984-3356.2013v6n11p339

Palavras-chave:

História e ensino, Cinema, Mediação cultural, Produção de conhecimento, Narrativas de alunos, Ditadura de 1964

Resumo

Este trabalho se propõe a investigar as possibilidades de construção do conhecimento histórico sobre a ditadura de 1964 no Brasil por meio do uso da linguagem cinematográfica enquanto uma ferramenta para a ação mediadora do professor. O cinema, assim como as demais linguagens audiovisuais, tem se mostrado uma ferramenta pedagógica com grandes potencialidades para estabelecer o contato entre um público altamente midiatizado e o conhecimento histórico. Utilizando o conceito de mediação cultural, investigamos os impactos causados pelo professor, enquanto mediador do processo de aprendizagem, ao estimular os estudantes por meio da exibição e do debate do filme Batismo de Sangue. A presente análise utiliza narrativas escritas pelos alunos na resolução de questionários para investigação de conhecimentos prévios e narrativas orais elaboradas mediante a prática de Grupo Focal para investigação de mudanças de pensamento. Por meio da comparação das narrativas prévias com as discussões posteriores ao filme e da reflexão sobre as situações de estímulos criadas pelos envolvidos, buscamos mudanças nas formas de pensamento e nos entendimentos dos alunos a respeito do tema. Elaborando uma metodologia de trabalho de Grupo Focal com os alunos, estabeleceu-se um processo dialógico entre os envolvidos em que foi possível verificar a mobilização de conhecimentos históricos, modificação de entendimentos sobre o passado e compreensão da sua relação com o presente. As análises das narrativas orais dos alunos demonstraram ser possível utilizar o filme como um mediador, capaz de agir como uma ferramenta para os propósitos do professor e subsídio para os alunos no desenvolvimento de discussões que levaram a mudanças de pensamento, um exercício de empatia que ampliou o conhecimento dos alunos sobre o período e o uso destes conhecimentos históricos para entendimento do seu presente.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Fernando Rossi, Universidade Estadual de Londrina - UEL

Mestre em História pela Universidade Estadual de Londrina.

Downloads

Publicado

01-06-2013

Como Citar

ROSSI, F. O cinema como mediação na produção do conhecimento histórico sobre a Ditadura no Brasil (1964-1985). Antíteses, [S. l.], v. 6, n. 11, p. 339–340, 2013. DOI: 10.5433/1984-3356.2013v6n11p339. Disponível em: https://ojs.uel.br/revistas/uel/index.php/antiteses/article/view/15603. Acesso em: 22 maio. 2024.